Joia, Semijoia e Bijuteria: quais as diferenças?

Joia, Semijoia e Bijuteria: quais as diferenças?

Já pensou em qualquer um de seus looks sem acessórios?!


Impossível, não é mesmo?

Seja um par de brincos discretos, um anel exuberante ou um colar moderno, os acessórios são fundamentais na hora de compor o estilo no dia a dia.
Mas a pergunta que não quer calar: bijuterias ou semijoias, o que comprar?

Saber a diferença entre joias, semijoias e bijuteria é o ponto de partida para montar um acervo versátil, duradouro e funcional em qualquer ocasião.
A joia é composta por metal nobre maciço, podendo ser de prata e ouro em suas variações.
Todas as semijoias recebem banho de materiais nobres – como ouro, paladium e prata. Algumas recebem cravação de pedras ou cristais e são fundidas manualmente com o mesmo processo pelo qual é confeccionado uma peça de ouro maciço.

Além desses detalhes, o acabamento é realizado de maneira mais cuidadosa, com lixas, outros tipos de limpezas, e, por fim, um banho eletroquímico. Por ter todo esse processo, as semijoias são produtos diferenciados no quesito qualidade, durabilidade e beleza.
A bijuteria é geralmente constituída apenas de material menos nobre. Algumas, de melhor qualidade, recebem uma ligeira camada de ouro — o que é chamado de “banho flash”.

Porém, o mais comum é a bijuteria ganhar um verniz de tinta dourada imitando ouro. Em razão disso, bijus oxidam muito facilmente, uma vez que o material com que são feitas não é dos mais resistentes.



Agora que já vocês já conheceram um pouco mais sobre o mundo das semijoias, confira todas as novidades do nosso site. E nos siga em nossas redes sociais:


Instagram

Facebook

Deixe um comentário

(*) são campos obrigatórios.

Scroll

Aguarde...